"Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16.33)

Certa vez ouvi uma história de um jovem senhor, pois mesmo com a aparência idosa, este rapaz ainda estava cheio de vida. E ele disse ao seu filho:

– Se você esquecesse tudo o que sabe sobre religião, se você nem soubesse que exista uma religião… quem é Jesus Cristo?

E o filho respondeu-lhe:

– Não o conheceria. Acho que Jesus Cristo está ligado ao cristianismo, as igrejas, e a religião.

O jovem senhor perguntou novamente:

– Se você não o conhecesse, por estar em uma religião "fechada", quem seria teu Deus?

Respondeu, desta vez, gaguejando, pois nunca havia sido abordado com tal assunto:

– Olha, eu não teria um Deus, eu viveria simplesmente por viver. Temos que levar em consideração que religião nenhuma existe, logo eu não saberia que Deus existia.

E o senhor deu uma pausa, olhou com amor ao seu filho, e lhe deu uma longa explicação. Preste atenção:

– E se eu disser a você que Jesus Cristo nunca esteve em uma religião? Pense a respeito. O relacionamento com um Deus a qual podemos chamar de Pai é algo tão próximo, tão íntimo, que mesmo sem religião alguma sobre a terra, saberíamos que há um Deus que nos governa. É como uma criança recém-nascida, ela sabe que pode chorar com fome ou por qualquer motivo, que a mãe logo virá em seu favor… assim somos nós diante de Deus, basta chamá-lo, basta clamá-lo, e Ele virá em nosso favor… a existência e a realidade de Deus é algo que a religião não consegue explicar e nem comprovar. Jesus Cristo foi enviado pelo Deus Pai para nos revelar como ter essa intimidade com o Senhor, foi enviado para nos mostrar que há um Deus Todo-Poderoso, mas que se agacha para lavar seus pés em sinal de sua prontidão e servidão, em sinal de seu amor e sua humildade. Jesus Cristo foi enviado para mostrar quem Deus realmente era, é e há de vir. A religião antes de Jesus tentou dificultar esse acesso a Deus, e a vinda do Cristo quebrou qualquer vínculo religioso entre Deus e homens. Hoje vivemos em um mundo onde a religião tenta explicar Jesus, tenta comprovar Jesus, tenta dificultar nosso acesso, o nosso livre acesso a Sala do Trono mediante aquele que foi enviado para nos mostrar como chegamos, qual o caminho, de que maneira podemos fazer algo assim. O fato é que Jesus viveu entre nós, e as pessoas que estiveram com Ele ou que puderam ter esse contato e esse relacionamento verdadeiro com Ele, ou seja, não precisaram de religião para crer, a essas pessoas foram atribuídas características únicas como por exemplo: a entrega de sua vida aos braços de Deus… Repare… quem acredita em Deus dentro de uma religião dificilmente encontra forças para se entregar aos braços do Senhor, pois não há um relacionamento verdadeiro. Meu querido filho, Deus é soberano, e Ele jamais estaria ligado a uma religião, igreja ou algo do tipo. O fato é que por meio de Jesus, Deus se revelou em infinito amor, e Ele só pensa em uma coisa: te amar, te cuidar, te salvar.

Nessa hora, o filho ainda perplexo, pois haviam muitas perguntas em sua cabeça, consegue então elaborar uma pergunta:

– Mas pai, se Deus não está em religião, porque então existe religião?

O pai, com toda a sabedoria e exortação responde.

É porque queremos o poder de Deus. É porque queremos ser Deus. Ter o Seu poder controlado dentro de uma religião nos faz sentir como Ele. Mas, lembre-se: "Bem-aventurados os que são pobres de espírito, pois deles é o Reino dos Céus". E quando Jesus falava de "pobre de espírito", Ele falava das pessoas que reconhecem que não são Deus, que dependem de Deus para tudo, que são miseráveis no mundo espiritual, que são incapazes de salvar a si mesmo. À essas pessoas, o próprio Deus prometeu o Reino dos Céus. Meu filho, não seja rico em espírito, não queira ser Deus, não se engane pela religião. Muito pelo contrário, saiba que é um privilégio você se alimentar, é um privilégio você poder ver e ouvir, é um privilégio você poder pensar e raciocinar, é um privilégio pois foi dado por Deus em graça e amor. Em tudo que tem, em tudo que faz, dê GRAÇAS a Deus! Esta é a verdadeira felicidade: conhecer um Deus que te ama e saber que você tem algo que ninguém pode te roubar: Jesus Cristo, o Senhor!

Esta história é fictícia, mas seu conteúdo nasceu do coração do Espírito Santo. Você que lê esta mensagem, guarde-a contigo no coração, mas envie para pessoas que ainda estão presas em religião. Proclame!!! Fale!!! Diga que há um Reino de Deus e que ele chegou até você!!! Diga que há um Deus de infinito amor que vai parar o Sol, abrir o mar, andar em cima da água, ressuscitar, e fazer as maiores e diversas obras sobrenaturais só pra te falar: "Este é meu filho amado, a quem eu tanto me agrado!".

Não perca mais tempo, não é sobre religião, nunca foi. É sobre você, aliás… é sobre você e Deus. Só vocês dois. Intimidade.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna"
(João 3.16)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: