"Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16.33)

Archive for Junho, 2011

Um fôlego de inspiração

É pelo amor que sois salvo, este amor que é revelado na graça divina sobre o ministério de Jesus.
Este, que por ventura, nos trouxe as palavras da Verdade do Reino dos Céus.
Este, que por ventura, não conheceu o pecado e nem a morte, pois este é Deus!

Não há igreja ou sequer religião capaz de se igualar a sua glória, o próprio Deus não dividirá sua glória com homem nenhum!
Este, que por ventura, fez os céus e a terra para habitar sua criação mais amada, o humano.
Este, que por ventura, chama as estrelas, todas elas, pelo nome e mediu todo o universo a palmos, pois este é Deus!

Com a cruz, redimo-me e prostro-me aos Teus pés, que são formosos pois eles anunciam a PAZ!
Este, que por ventura, me amou e se entregou por mim, sem sequer abrir a boca.
Este, que por ventura, pagou a dívida de todo o meu pecado, pois este é Deus!

Não duvide o que Deus pode fazer, e não o ame, jamais o ame, somente pelo o que Ele pode dar… ame a Deus pelo o que Ele era, é, e há de vir!

Devemos amar a Deus sobre nossa vida, nosso futuro, nossa família, nossos filhos, nossos pais, devemos amar a Deus sobre tudo, com toda a alma, com todas as forças, com todo o entendimento.

Por isso não devemos amar a Deus pelas bênçãos que Ele irá nos dar. Creia no Evangelho, creia em Cristo Jesus!

Deus é Santo!
Deus é Amor!
Deus é Justiça!
Deus é Bom!

Anúncios

Getsêmani

Eu tento imaginar seu olhar, eu o procuro no tempo, aquele olhar aos céus…
Era sua última noite entre nós, era a última vez que estaria ali com seus amados discípulos… era uma angústia sem fim.
A sua alma ficou triste, e por meio da madrugada seus discípulos dormiram, mas Ele manteve-se em companhia do Deus Pai.
E naquele jardim, só a Lua iluminava a angústia de um Homem Deus, Jesus.

Ele prostrou-se em terra, se ofertou, e exprimiu suas aflições ao máximo…
Naquele momento, um anjo o consolava e a tristeza o abalava.

Foi ali, naquele momento de solidão que sentira sua maior dor. Uma mistura de suor, sangue, angústia e amor.

Sua fé venceu a dor, e fez-se o comprimento das Escrituras, e ao seu destino se lançou
A salvação estava de acordo com o que Deus Pai queria.
E em entrega e oração, transbordando amor, em sua pele podia-se ver, que sangue transpirou.

Jesus não estava preocupado com o sofrimento e as dores que seu corpo iria sentir, não era essa a preocupação de nosso Senhor Deus.
Jesus não conheceu o pecado, isso era repugnante a ele que é Santo, e ao se lançar a Cruz, ele se fez pecado, ele aceitou o que é abominável, ele se lançou a receber o pecado de todos na crucificação, e neste momento, Deus Pai recusa-se a ver seu filho naquela cruz recebendo todo o pecado. E nessa hora Jesus, ali na Cruz falava: "Pai, porque me desamparastes?", era exatamente isso que fez Jesus transpirar sangue, e sentir a maior dor de todas. O chicote? Os pregos? Isso foi por amor. Redimir seus pecados? Isso foi por amor que só Deus pode fazer.

Entenda que Jesus não conheceu o pecado, mas Ele, por amor inexplicável, se entregou a morte na Cruz, aceitou o que é abominável para Ele (o pecado), só para te mostrar o quanto te ama e te quer perto. E a ressurreição nos mostra o quanto Deus é poderoso!

Se entregue aos braços de Jesus. O sangue dele é capaz de te renovar.

Eu tento imaginar seu olhar, eu o procuro no tempo, aquele olhar aos céus… era sua última noite entre nós…

Na lata!

Eu só posso conquistar o céu se viver como criança aqui.

Jesus diz: "Deixe vir a mim os pequeninos, pois deles é o Reino dos Céus".

Jesus era um cara TOP, sabe. Aonde Ele chegava, as multidões se moviam, queriam vê-lo, tocá-lo, ou quem sabe conversar com o Rei Jesus. E sua humildade era tamanha que mesmo depois de fazer muitas coisas ao longo de sua jornada e de seu dia, Ele olhava para as multidões e caía em compaixão. Jesus é para o povo, é do povo. Não tinha diferença para Jesus se o cara era pobre, fedido, doente, feio, ou extremamente pecador. Mas com os hipócritas e blasfemos, com esses, Jesus era implacável! Sabedoria pura!

Aqueles que recusavam ou não se interessavam em conhecê-lo (diga-se de passagem: conhecer o caráter santo de Jesus que é apaixonante) não tinham ideia do que estavam perdendo, permitiram que seus orgulhos, suas soberbas, seus status perante outros falassem mais alto do que a presença de Deus.

Resumindo, se você que está lendo este post se recusa ou não se interessa em conhecer profundamente Jesus, a ponto de ter uma intimidade muito próxima, ou, se você diz que crê em Jesus mas não o segue, não faz o que ele pede que faça (tá tudo na Bíblia), sendo assim um hipócrita… meu irmão… ou você aceita que a Justiça de Deus (nesse caso, condenação para o inferno) vai cair sobre sua vida, ou você aceita que a Graça e o Perdão vão cair sobre sua vida, é um ou outro. Ou você cospe e espanca Jesus até a morte, ou você se prostra diante dos Seus pés e O chama de Senhor e Deus por todo o sempre!

Jesus não veio a este mundo para você colocar um enfeite na parede, e nem para ir a cultos e missas aos domingos. Seria ridículo pensar que um Deus nos ama a ponto de não poupar a vida de Seu filho queria na verdade enfeitar sua casa e te dar um compromisso aos domingos. Isso é muito pouco.

Deus quer salvar a sua vida. Não por egoísmo, mas por amor. Pra cuidar. Pra zelar. Pra prosperar. Pra perdoar. Pra SALVAR!!!

E quando você decide entregar a vida para Jesus, ele não quer só um dia da semana ou um "Me ajuda Deus!" de vez em quando…

Jesus diz: "Se alguém quiser, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz, e me siga. Porquanto quem tentar salvar a sua própria vida, irá perde-la (recado aos orgulhos, soberbos, e os que recusam a Jesus), mas quem perder a sua vida, por amor de mim, este irá encontrar."

E nesse ponto de vista, perder a vida quer dizer "perder o controle de sua vida", entregando completamente seus caminhos, seus sonhos, sua vida inteira aos braços do Deus Pai…

Vivendo como uma criança, totalmente depende de Deus.

Nessa hora, você começa a se envolver com Deus, a ter intimidade com Deus, deixando ser levado pelo Espírito Santo, e se apaixonando por Jesus, a ponto de fazer o que Ele fazia. E isso é a verdadeira felicidade, a verdadeira paz, esta é a vida eterna que Jesus tanto falou, tanta proclamou…

Meu amigo, não perde tempo, leia primeiro o Evangelho de João. Depois Mateus, Marcos e Lucas. Terminando os quatro. Leia na sequência, Atos dos Apóstolos, Romanos, 1 João, Tiago, 1 Pedro, 2 Pedro, 1 Coríntios, 2 Coríntios, Gálatas, Efésios, Hebreus, Filipenses, Colossenses, 1 Tessalonicenses, 2 Tessalonicenses, 1 Timóteo, 2 Timóteo, 2 João, 3 João, Judas, Apocalipse.

Entenda quem é este Deus maravilhoso que se revelou em Jesus. Viva a vida eterna agora, não espere morrer pra saber se vai viver no céu ou morrer no inferno.

Te convidei pra alguma religião? Te convidei pra alguma igreja? Não! Pois Jesus Cristo está acima disso tudo. Deus é maior que toda essa divisão maluca que nós homens fizemos.

Não perca tempo!

Pergunta que não quer calar

Como posso conquistar o céu se nem sei viver aqui?

Responda você mesmo.

Uma conversa sobre Deus

Certa vez ouvi uma história de um jovem senhor, pois mesmo com a aparência idosa, este rapaz ainda estava cheio de vida. E ele disse ao seu filho:

– Se você esquecesse tudo o que sabe sobre religião, se você nem soubesse que exista uma religião… quem é Jesus Cristo?

E o filho respondeu-lhe:

– Não o conheceria. Acho que Jesus Cristo está ligado ao cristianismo, as igrejas, e a religião.

O jovem senhor perguntou novamente:

– Se você não o conhecesse, por estar em uma religião "fechada", quem seria teu Deus?

Respondeu, desta vez, gaguejando, pois nunca havia sido abordado com tal assunto:

– Olha, eu não teria um Deus, eu viveria simplesmente por viver. Temos que levar em consideração que religião nenhuma existe, logo eu não saberia que Deus existia.

E o senhor deu uma pausa, olhou com amor ao seu filho, e lhe deu uma longa explicação. Preste atenção:

– E se eu disser a você que Jesus Cristo nunca esteve em uma religião? Pense a respeito. O relacionamento com um Deus a qual podemos chamar de Pai é algo tão próximo, tão íntimo, que mesmo sem religião alguma sobre a terra, saberíamos que há um Deus que nos governa. É como uma criança recém-nascida, ela sabe que pode chorar com fome ou por qualquer motivo, que a mãe logo virá em seu favor… assim somos nós diante de Deus, basta chamá-lo, basta clamá-lo, e Ele virá em nosso favor… a existência e a realidade de Deus é algo que a religião não consegue explicar e nem comprovar. Jesus Cristo foi enviado pelo Deus Pai para nos revelar como ter essa intimidade com o Senhor, foi enviado para nos mostrar que há um Deus Todo-Poderoso, mas que se agacha para lavar seus pés em sinal de sua prontidão e servidão, em sinal de seu amor e sua humildade. Jesus Cristo foi enviado para mostrar quem Deus realmente era, é e há de vir. A religião antes de Jesus tentou dificultar esse acesso a Deus, e a vinda do Cristo quebrou qualquer vínculo religioso entre Deus e homens. Hoje vivemos em um mundo onde a religião tenta explicar Jesus, tenta comprovar Jesus, tenta dificultar nosso acesso, o nosso livre acesso a Sala do Trono mediante aquele que foi enviado para nos mostrar como chegamos, qual o caminho, de que maneira podemos fazer algo assim. O fato é que Jesus viveu entre nós, e as pessoas que estiveram com Ele ou que puderam ter esse contato e esse relacionamento verdadeiro com Ele, ou seja, não precisaram de religião para crer, a essas pessoas foram atribuídas características únicas como por exemplo: a entrega de sua vida aos braços de Deus… Repare… quem acredita em Deus dentro de uma religião dificilmente encontra forças para se entregar aos braços do Senhor, pois não há um relacionamento verdadeiro. Meu querido filho, Deus é soberano, e Ele jamais estaria ligado a uma religião, igreja ou algo do tipo. O fato é que por meio de Jesus, Deus se revelou em infinito amor, e Ele só pensa em uma coisa: te amar, te cuidar, te salvar.

Nessa hora, o filho ainda perplexo, pois haviam muitas perguntas em sua cabeça, consegue então elaborar uma pergunta:

– Mas pai, se Deus não está em religião, porque então existe religião?

O pai, com toda a sabedoria e exortação responde.

É porque queremos o poder de Deus. É porque queremos ser Deus. Ter o Seu poder controlado dentro de uma religião nos faz sentir como Ele. Mas, lembre-se: "Bem-aventurados os que são pobres de espírito, pois deles é o Reino dos Céus". E quando Jesus falava de "pobre de espírito", Ele falava das pessoas que reconhecem que não são Deus, que dependem de Deus para tudo, que são miseráveis no mundo espiritual, que são incapazes de salvar a si mesmo. À essas pessoas, o próprio Deus prometeu o Reino dos Céus. Meu filho, não seja rico em espírito, não queira ser Deus, não se engane pela religião. Muito pelo contrário, saiba que é um privilégio você se alimentar, é um privilégio você poder ver e ouvir, é um privilégio você poder pensar e raciocinar, é um privilégio pois foi dado por Deus em graça e amor. Em tudo que tem, em tudo que faz, dê GRAÇAS a Deus! Esta é a verdadeira felicidade: conhecer um Deus que te ama e saber que você tem algo que ninguém pode te roubar: Jesus Cristo, o Senhor!

Esta história é fictícia, mas seu conteúdo nasceu do coração do Espírito Santo. Você que lê esta mensagem, guarde-a contigo no coração, mas envie para pessoas que ainda estão presas em religião. Proclame!!! Fale!!! Diga que há um Reino de Deus e que ele chegou até você!!! Diga que há um Deus de infinito amor que vai parar o Sol, abrir o mar, andar em cima da água, ressuscitar, e fazer as maiores e diversas obras sobrenaturais só pra te falar: "Este é meu filho amado, a quem eu tanto me agrado!".

Não perca mais tempo, não é sobre religião, nunca foi. É sobre você, aliás… é sobre você e Deus. Só vocês dois. Intimidade.

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho Unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna"
(João 3.16)

Você já ouviu muitas e muitas vezes…

Pai Celestial, que reside nos Reino dos Céus e tem seus pés sobre o estrado da terra!

Santo, santo, santo é o teu nome!!!

Venha a nós, se achegue a nós, precisamos do Teu Reino!

Seja soberana a Tua vontade perfeita tanto no Reino dos Céus quanto no Reino dos homens!

Dai-nos o alimento para nossa sustentação de todos os dias… não deixe-nos passar fome, Senhor!

Tende misericórdia de nós, oh Pai, e perdoe as nossas transgressões, perdoe os nossos pecados, da mesma maneira que temos perdoado a todos que tenham ofendido contra a nós mesmo!

E nos proteja como um Leão, livra-nos de toda tentação do Maligno, seja nosso Protetor, Senhor!

Amém.

ps.: você já ouviu muitas e muitas vezes essa oração.
Repare bem.
Pai nosso, que estás no Céu… … …

Quem é dono do fogo?

Eu, Deus Todo-Poderoso, criei todas as coisas, inclusive criei o fogo. Então porque se tem a ideia de que o Inferno é a casa e o reino de Satanás? Porque se tem a ideia de que aquele lá tem o domínio sobre o fogo? Eu criei tudo aquilo para aprisioná-lo e puni-lo severamente por sua maldade.

Aquele lá não domina nada, é um coitado perdedor. E quem está servindo a ele, merece o mesmo que ele. O pecado são as tarefas de servidão dele. A santidade são as tarefas de servidão a Mim.

Agora, Eu posso resgatar você do pecado, Eu posso te livrar da mão deste encardido, mas só Eu posso.

 

Meu nome é Jesus Cristo, o Senhor e Deus do Céu, da Terra e do que está debaixo da Terra.

Nuvem de etiquetas