"Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16.33)

"Porque onde estiver o teu tesouro, ali estará também o teu coração". (Mt 6.21.)

Podemos aprender muito com a parábola do jovem rico. Este moço representa uma pessoa "boa" diante de Deus e dos homens, obediente aos mandamentos, mas, como muitos, ele escolhe ter o coração governado por outro "senhor".

Todos nós, diante de Jesus, somos desafiados a olhar dentro de si para ver o que move o nosso coração, e isso aconteceu com o jovem rico. A Palavra diz que ele correu ao encontro de Jesus, ajoelhou-se diante dele e perguntou o que fazer para ter a vida eterna. Ele sabia que Jesus tinha algo diferente para oferecer, então foi em busca deste algo, a salvação. Apesar de todo o dinheiro que possuía, estava interessado no que Jesus, o "filho do carpinteiro", um "pobre" poderia lhe dar. Pode ser que esse rapaz não tenha se dado conta, mas ao chamar de Jesus de "bom", ele declarou um dos atributos de Deus, talvez por desejar a manifestação desta bondade, e isso me faz acreditar na insuficiência da riqueza em sua vida.

Jesus lhe falou sobre os mandamentos de Deus, ele respondeu que era obediente a todos eles, que já os seguia. Jesus, amorosamente, lhe diz: "Vende tudo o que você tem, dê aos pobres e segue-me". Esta frase confrontou o jovem, o fez descobrir que algo maior dirigia a sua vida, e esse "algo" não era Deus.

Tal como aconteceu com esse rapaz, também somos confrontados por essa palavra, pois muitos de nós conhecemos a Bíblia, obedecemos aos mandamentos, mas ainda não temos Deus como Senhor de nossa vida. O ser humano tende a apegar-se às coisas materiais, porém de nada vale ajuntar tesouro na terra, porque o ladrão rouba, a traça e a ferrugem consomem e o nosso coração se corrompe. Conhecedor de tudo isso, Jesus nos diz que onde estiver o nosso tesouro, estará também o nosso coração, logo devemos ajuntar tesouros, que não perecem e ninguém os rouba, no céu.

O final da parábola não é feliz porque o jovem escolheu os bens corruptíveis ao invés da única e verdadeira riqueza: Jesus Cristo, e infelizmente esta tem sido a escolha de muitas pessoas nos dias atuais.

Tudo parecia correto, mas era engano, o coração do jovem dessa parábola estava nas riquezas e não no Senhor, e o seu? Onde está o seu coração? Jesus continua fazendo o mesmo pedido a todos os que vão até Ele, "vende tudo", contudo há os que escolhem continuar "com tudo", deixando, assim, Jesus de fora de suas vidas. Creia que vender tudo, abrir mão daquilo que nos atrapalha, nos embaraça, para seguir a Cristo, ter a vida eterna, é a aventura mais fascinante que o ser humano pode fazer.

(Para meditação, leia Marcos 10.17-22)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: