"Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16.33)

Deus é amor.

Ouvimos isso constantemente e as vezes nem nos damos conta de como isso é poderoso. Em uma das cartas do apóstolo Paulo escrita ao povo de Corinto, na Grécia, Paulo descreve divinamente o que é amor e o que é amar. Chega ao ponto de dizer coisas bem sérias:

(1 Cor 13.2-3)
² Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei. ³Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá.

Sabe, Deus criou tudo né… então se você tá usando uma roupa é porque foi Deus quem criou as ovelhas que dão o tecido, a lã, ou a plantação de algodão, foi Deus quem criou todos os elementos do mundo. Então se você usa o que é de alguém, então deve a Ele graças por tudo! Por tudo!
Deus criou o ar deste mundo, então para cada inalada dos seus pulmões é usufruto de algo de Deus…

A boa notícia é que Deus nos ama infinitamente, o Todo-Poderoso Criador dos Céus e da Terra é apaixonado com você e com sua vida.

Ele te permite que você use toda a criação dele… criou para nós!

Somos todos filhos de Deus, somos todos amados por Deus, Ele nos amou primeiro…

Então, viva nas graças do Pai, agradeça a vida maravilhosa que tens, não reclame e nem murmure. Pelo contrário, carregue em seu coração esse amor de Deus, essa alegria de viver! A Paz está aí.

Deus é amor.

1ª Carta de Paulo aos Coríntios, capítulo 13

1 Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine.
2 Ainda que eu tenha o dom de profecia e saiba todos os mistérios e todo o conhecimento, e tenha uma fé capaz de mover montanhas, mas não tiver amor, nada serei.
3 Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo e entregue o meu corpo para ser queimado, mas não tiver amor, nada disso me valerá.
4 O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha.
5 Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor.
6 O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade.
7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 O amor nunca perece; mas as profecias desaparecerão, as línguas cessarão, o conhecimento passará.
9 Pois em parte conhecemos e em parte profetizamos;
10 quando, porém, vier o que é perfeito, o que é imperfeito desaparecerá.
11 Quando eu era menino, falava como menino, pensava como menino e raciocinava como menino. Quando me tornei homem, deixei para trás as coisas de menino.
12 Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.
13 Assim, permanecem agora estes três: a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor.

Comentários a: "Eu nada seria sem o amor" (1)

  1. […] This post was mentioned on Twitter by João Paulo Cheab, João Paulo Cheab. João Paulo Cheab said: Eu nada seria sem o amor http://wp.me/pWv38-2Y […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: