"Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16.33)

Archive for Janeiro, 2011

Local da Felicidade Plena

Jesus é lindo demais… esse final de semana foi maravilhoso… e o próximo será mais ainda (irei a um retiro espiritual)

Na sexta a noite, eu tirei minhas horas para ficar em casa mesmo, trabalhando em meu projeto pessoal, e acabei arrumando minhas coisas. Enfim, bem caseiro.
Mas logo no sábado eu fui cedo para a Igreja… as 16 horas eu to terminando meu curso de batismo (dia 12 de fevereiro, na Igreja Batista da Lagoinha – TODOS convidados), e a aula acabou as 17:00. E logo as 17:00 já começou o 1° Festival de Verão da Mocidade da Igreja Batista da Lagoinha. Com muitos louvores e atrações dos diversos ministérios, foi sensacional! E lá pelas 20:00 todos saímos da igreja em si e descemos para o pátio da igreja, ou praça da fonte… aí continuaram as festividades, sempre com muito louvor e glória ao nosso Deus Pai e Todo-Poderoso. Frutas, músicas, brinde para o pessoal (eu inclusive ganhei um CD do Elemento Incomum). Fui chegar em casa depois das 22:00… ou seja, pelo menos 6 horas do meu sábado estive COM MUITA ALEGRIA E SATISFAÇÃO na igreja reconhecendo meu lugar perante Deus.

No domingo foi demais!!! Acordei as 07:00, pois as 08:30 combinamos de estar na Central das Redes (um local administrativo e educacional da igreja), e toda uma turma de umas 25 pessoas partirem para São José da Lapa, no sítio do nossa irmã Carol, que estava comemorando aniversário… cara, foi demais! O dia todo com uma turma de amigos, cantando, divertindo, só no refrigerante e na água, saúde total, e com uma paz enorme no coração de cada um… não havia nada além de uma família de Deus presente… e tudo foi maravilhoso. Churrasco foi nota 10!!! Pastor Marquinhos tem total domínio sobre as artes dos pampas gaúchos sobre os bifes… hehehehe…

Saindo de lá, por volta de 17:30, já fomos direto para o culto do Pastor Márcio Valadão… é, eu precisava de um banho… mas eu precisava mais ainda ouvir o que Deus tinha para me dizer

E foi batata!!!

Pastor Márcio pregou sobre as bem-aventuranças, sobre a felicidade plena, sobre quem são os felizes, os extremamente felizes… e eu te digo, amigo leitor… a felicidade plena é uma questão de decisão… e eu decidi buscá-la há meses, mas tomo essa decisão todos os dias quando eu acordo!!!

Vivi um final de semana envolvido com a família de Deus, meus novos irmãos, meus novos amigos e amigas… pessoas de paz no coração!

E final de semana que vem (4, 5 e 6 de fevereiro) o trem vai acontecer de novo… irei para o ‘Impacto Vida’

Para ser feliz, basta querer. E a felicidade plena não está no ser humano, está em Deus, está em Cristo Jesus!


Pequena confissão

A Verdade.

Ela é incontestável… contra a verdade não há o que se possa fazer. Não há argumentos que a contestem.

Ela desarma qualquer situação. Desmascara a mentira. Revela uma situação. Abre caminhos.

Não conheço ninguém que consegue viver na mentira. Todos precisamos de credibilidade para com as pessoas que convivem conosco e a mentira não te leva a essa credibilidade, a essa confiança. Num é mesmo?

Então passamos todos os dias por pequenas situações que nos fazem escolher a verdade ou a mentira. Todos os dias.

Por vezes, eu assumo, disse alguma mentira (e mesmo que seja uma mentirinha, é uma mentira), e isso me faz um cara mentiroso, mesmo que seja pequenas e poucas vezes.

Aceitei a verdade na minha vida. Me arrependo todos os minutos por não ter encontrado essa verdade antes. E hoje eu trabalho e vivo só com a verdade, não existe mais a mentira em mim. Existe sim, a verdade, em extrema abundância.

Essa verdade se chama Jesus.

Por favor, meu bom Deus e meu Pai, Senhor da minha vida e do meu coração, perdoe pelas vezes que menti, mesmo que pequenas ou inofensivas, eu aceito a Tua verdade em minha vida. Me perdoe.

Sementes e regadores

Vou contar o que aconteceu comigo essa semana… podem me questionar se não for do seu agrado, mais importante do que ensinar, é aprender.

Na terça-feira, acordei com um só pensamento: Salvar uma vida para Deus!

É sério, na minha visão cristã salvar uma vida é fazer com que uma pessoa se converta para Jesus, aceitando-O como seu único e suficiente salvador. Repetindo o detalhe, na minha visão.

E fiquei com isso na cabeça, quis ligar para toda a minha agenda do telefone, quis mandar duzentos emails dizendo aquilo que venho aprendendo na caminha cristã, quis conversar com as pessoas sobre o Amor de Deus, enfim… quis sair por aí pregando o Amor de Deus.

Sementes foram plantadas nos corações…

A noite de terça-feira foi mais do que especial. Fui ao culto na igreja em que eu congrego, lá na Batista da Lagoinha, e o Pastor André Valadão disse coisas que completavam e faziam todo sentido sobre essa minha história de sair por aí pregando. Ele falou, sabiamente, que se você encontra um "muro alto" lembre-se que Deus é Altíssimo. Comparação simples, mas de cunho sábio, afinal, não há dificuldades para o Deus que eu creio.

Lembrei-me de tantas pessoas que eu quis falar do Amor de Jesus, e talvez pela minha falta (ainda) de maturidade para falar da Palavra de Deus, não houve em si uma aceitação declarada e explícita dessa conversão de forma imediata. Mas para esse problema, Deus sabe resolver. Eu plantei a semente no coração. Só me preocupo agora em regar. Como? O Espírito Santo de Deus vai me dizendo, passo a passo. E eu farei. Não existe um manual de como converter pessoas.

Mas esse não foi o fator principal da minha reflexão. O Pastor André, cantou ao final do culto uma música que chamou muito minha atenção. E o refrão da lindíssima música diz mais ou menos assim:

Seja santo no olhar
Não se atreva a julgar,
Só Deus sabe tudo e pode se pronunciar…
mas seja homem, guerreiro de valor!
Amarre o inimigo com o nome do SENHOR!
Amarre o inimigo com o nome do SENHOR!

A música chama ‘Acontece’ e é a terceira do CD novo ‘Minhas Canções’, e a música foi escrita pelo Pastor R.R. Soares.

Reflitam.

Se eu prego o Amor de Deus para um católico, um espírita, um gentio, ou mesmo um ateu, é o mesmo que julgá-los e dizê-los que seu caminho é de trevas, e que eles receberão um castigo ou a condenação do espírito.
Não, não tenho que julgá-los… Deus irá fazer isso, e eu não quero tomar o lugar de Deus… não mesmo.

Então, o que posso fazer?

Contar o meu testemunho, dizer o quanto o Amor de Deus me preenche, e o quanto essa felicidade não se esfia, e que eu posso confiar no SENHOR e minha vida será repleta de bênçãos. Dizer da minha vida, da minha própria vida, sim… isso eu posso. Principalmente quando sou perguntando, questionado ou zombado.

Seja santo no olhar… não se atreva a julgar… só Deus sabe tudo e pode se pronunciar… mas seja homem, guerreiro de valor!

Deus fez maravilhas no meu coração, e está fazendo no seu, ao ler este blog. Sou feliz porque sou Filho de Deus, e me sinto nos braços do Pai.

Dores

Enquanto o mundo gira, transforme, explode, renasce e acontece, nós humanos convivemos com sua diretriz inócua. Sobretudo, os desastres que noticiamos todos os dias não são de caráter ofensivo e selvagem, nós é quem invadimos o que pertence a natureza e ao mundo. Aí, vem a chuva, inunda, e leva tudo… vidas… casas… trabalho… sonhos… a culpa é da chuva? Então a diretriz do mundo é inócua, inofensiva.

Vendo tanto desastre, me remeto aos estudos bíblicos atrás de uma resposta, e encontro apenas a instrução sobre qual caminho seguir. O caminho de Jesus.

Na época em que Jesus e seus apóstolos pregavam o amor de Deus e a bondade do Pai pela terra, os apóstolos perguntaram a ele, na dúvida:

"Jesus, e quando eu saberei que o mundo irá acabar? Como saberemos da sua volta?"

E Jesus é taxativo:

"E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane, porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos. E ouvireis de guerras e rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é necessário que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos em vários lugares. Mas todas essas coisas são o princípio das dores" (Mateus 24 3-8).

Assim, amigos… é só o princípio da dores… ou seja, vai continuar… vai aumentar… a coisa vai ficar feia. Então, na sequência da passagem do Livro de Mateus diz assim:

"Então, vos hão de entregar para serdes atormentados e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as gentes por causa do meu nome. Nesse tempo, muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão. E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos se esfriará. Mas aquele que perseverar até o fim será salvo. E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim" (Mateus 24:9-14).

Meu irmão, nós Cristãos por escolha, seremos atormentados, seremos assassinados, seremos odiados… tudo isso porque escolhemos Jesus como nosso único e legítimo Salvador!.
Diz que muitos irão trair, muitos irão se aborrecer e aborrecimento traz discórdia que traz guerra, e, que muitos falsos profetas falarão que são os salvadores… e muitos cairão nas lábias desses falsos profetas. E, justamente pela multiplicação dessas dores (além dos desastres naturais), muitos irão desacreditar no amor.
MAS TODO AQUELE QUE SE MANTER FIRME NO CAMINHO DE DEUS, MESMO SENDO TORTURADO, ATORMENTADO, ASSASSINADO, ODIADO SERÁ SALVO.

Jesus veio para nos salvar.
Jesus veio para dar vida eterna a todos os que nele crê.

Abra sua bíblia, e leia o mesmo evangelho de Mateus, mas o capítulo 5, somente o 5 e leia com muita atenção cada palavra, e procure realmente entender a mensagem, e se coloque ali, escutando Jesus, o Filho do Deus Vivo!

A questão não é religião, nunca foi. A questão é você escolher viver no pecado e se dizer (iludindo a si mesmo) que tem fé em Deus… ou você escolher viver sob a obediência de Deus, viver os ensinamentos de Jesus. A questão é decidir ser salvo mesmo na tortura, ou ser condenado sobre a ilusão de uma vida "feliz".

E aí, o que você irá decidir?

Folheto

Todos os domingos à tarde, depois do culto da manhã na igreja, o pastor e seu filho de 11 anos saíam pela cidade e entregavam folhetos evangelísticos. Numa tarde de domingo, quando chegou à hora do pastor e seu filho saírem pelas ruas com os folhetos, fazia muito frio lá fora e também chovia muito. O menino se agasalhou e disse:

– Ok, papai, estou pronto.

E seu pai perguntou:

– Pronto para quê?

– Pai, está na hora de juntarmos os nossos folhetos e sairmos.

Seu pai respondeu:

– Filho, está muito frio lá fora e também está chovendo muito.

O menino olhou para o pai surpreso e perguntou:

– Mas, pai, as pessoas não vão para o inferno até mesmo em dias de chuva?

Seu pai respondeu:

– Filho, eu não vou sair nesse frio.

Triste, o menino perguntou:

– Pai, eu posso ir? Por favor!

Seu pai hesitou por um momento e depois disse:

– Filho, você pode ir. Aqui estão os folhetos. Tome cuidado, filho.

– Obrigado, pai!

Então ele saiu no meio daquela chuva. Este menino de onze anos caminhou pelas ruas da cidade de porta em porta entregando folhetos evangelísticos a todos que via. Depois de caminhar por duas horas na chuva, ele estava todo molhado, mas faltava o último folheto. Ele parou na esquina e procurou por alguém para entregar o folheto, mas as ruas estavam totalmente desertas. Então ele se virou em direção à primeira casa que viu e caminhou pela calçada até a porta e tocou a campainha. Ele tocou a campainha, mas ninguém respondeu. Ele tocou de novo, mais uma vez, mas ninguém abriu a porta. Ele esperou, mas não houve resposta.

Finalmente, este soldadinho de onze anos se virou para ir embora, mas algo o deteve. Mais uma vez, ele se virou para a porta, tocou a campainha e bateu na porta bem forte. Ele esperou, alguma coisa o fazia ficar ali na varanda. Ele tocou de novo e desta vez a porta se abriu bem devagar. De pé na porta estava uma senhora idosa com um olhar muito triste. Ela perguntou gentilmente:

– O que eu posso fazer por você, meu filho?

Com olhos radiantes e um sorriso que iluminou o mundo dela, este pequeno menino disse:

Senhora, me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS A AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto que lhe dirá tudo sobre JESUS e seu grande AMOR.

Então ele entregou o seu último folheto e se virou para ir embora.

Ela o chamou e disse:

– Obrigada, meu filho!!! E que Deus te abençoe!!!

Bem, na manhã do seguinte domingo na igreja, o Papai Pastor estava no púlpito. Quando o culto começou ele perguntou:

– Alguém tem um testemunho ou algo a dizer?

Lentamente, na última fila da igreja, uma senhora idosa se pôs de pé. Conforme ela começou a falar, um olhar glorioso transparecia em seu rosto.

– ‘ Ninguém me conhece nesta igreja. Eu nunca estive aqui. Vocês sabem antes do domingo passado eu não era cristã. Meu marido faleceu a algum tempo deixando-me totalmente sozinha neste mundo. No domingo passado, sendo um dia particularmente frio e chuvoso, eu tinha decidido no meu coração que eu chegaria ao fim da linha, eu não tinha mais esperança ou vontade de viver.

Então eu peguei uma corda e uma cadeira e subi as escadas para o sótão da minha casa. Eu amarrei a corda numa madeira no telhado, subi na cadeira e coloquei a outra ponta da corda em volta do meu pescoço. De pé naquela cadeira, tão só e de coração partido, eu estava a ponto de saltar, quando, de repente, o toque da campainha me assustou. Eu pensei:

-‘Vou esperar um minuto e quem quer que seja irá embora. ‘

Eu esperei e esperei, mas a campainha era insistente; depois a pessoa que estava tocando também começou a bater bem forte. Eu pensei:

-‘Quem neste mundo pode ser? Ninguém toca a campainha da minha casa ou vem me visitar. ‘

Eu afrouxei a corda do meu pescoço e segui em direção à porta, enquanto a campainha soava cada vez mais alta.

Quando eu abri a porta e vi quem era, eu mal pude acreditar, pois na minha varanda estava o menino mais radiante e angelical que já vi em minha vida. O seu SORRISO, ah, eu nunca poderia descrevê-lo a vocês! As palavras que saíam da sua boca fizeram com que o meu coração que estava morto há muito tempo SALTASSE PARA A VIDA quando ele exclamou com voz de querubim:

-‘Senhora, eu só vim aqui para dizer QUE JESUS A AMA MUITO.

Então ele me entregou este folheto que eu agora tenho em minhas mãos.  Conforme aquele anjinho desaparecia no frio e na chuva, eu fechei a porta e atenciosamente li cada palavra deste folheto. Então eu subi para o sótão para pegar a minha corda e a cadeira. Eu não iria precisar mais delas. Vocês vêem – eu agora sou uma FILHA FELIZ DO REI!!! Já que o endereço da sua igreja estava no verso deste folheto, eu vim aqui pessoalmente para dizer OBRIGADO ao anjinho de Deus que no momento certo livrou a minha alma de uma eternidade no inferno. ‘

Não havia quem não tivesse lágrimas nos olhos na igreja. E quando gritos de louvor e honra ao REI ecoaram por todo o edifício, o Papai Pastor desceu do púlpito e foi em direção a primeira fila onde o seu anjinho estava sentado. Ele tomou o seu filho nos braços e chorou copiosamente. Provavelmente nenhuma igreja teve um momento tão glorioso como este e provavelmente este universo nunca viu um pai tão transbordante de amor e honra por causa do seu filho…

Exceto um. Este Pai também permitiu que o Seu Filho viesse a um mundo frio e tenebroso. Ele recebeu o Seu Filho de volta com gozo indescritível, todo o céu gritou louvores e honra ao Rei, o Pai assentou o Seu Filho num trono acima de todo principado e potestade e lhe deu um nome que é acima de todo nome.

Bem aventurados são os olhos que vêem esta mensagem. Não deixe que ela se perca, leia-a de novo e passe-a adiante.

Lembre-se: a mensagem de Deus pode fazer a diferença na vida de alguém próximo a você.

Por isso…

Me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS TE AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto.

Oração

O meu Deus é o Deus do impossível…

a Ele toda honra e toda glória, toda força e todo louvor… levantarei minhas mãos o mais alto que meu corpo alcançar… só pra te mostrar quem é que manda na minha vida. Tu és SENHOR em minha vida. Inabalável é meu caminho até você… o pecado não faz mais parte do meu convívio, e eu o encaro por cima, sabendo que tenho o Onisciente, o Onipresente e Onipotente Deus de toda a Terra.

Não descansarei e vigiarei cada instante dos meus dias seguindo Tua Sagrada Palavra, obedecendo e guardando Teus mandamentos, a espera de uma vida eterna no Paraíso. O Teu poderoso sangue me salvou e este preço é impagável, só tenho gratidão e favores a seu dispor… onde mandares irei… quem desejares sereis… no mais alto pedaço de terra ou nas águas mais profundas, eu simplesmente obedecerei.

Meu coração e meu viver já não é mais meu, e sim do SENHOR, eu o entreguei verdadeiramente… nego constantemente todas as tentações do mundo que querem me distanciar de seu colo seguro… e estou disposto a enfrentar mares e tempestades, tormentas e vendavais, terremotos e destruição… pelo Teu glorioso nome, pelo nome de Jesus.

Tal oração não é para impressionar, não é para comover, tampouco para converter os que vivem na escuridão, mas para libertar o mau que habitou em mim um dia, para afirmar meu caminho travado em sua direção, e não importando nos obstáculos que o inimigo irão interpor, pois com a fonte de forças no SENHOR nada será o bastante para minha caminhada.

Faço essa sincera oração para reconhecer meu valor insignificante enquanto homem e impagável enquanto Teu filho… sou agradecido pelo privilégio de gozar do Teu verdadeiro amor. Eu não merecia. Eu não merecia. Eu não merecia. E mesmo assim me destes tão nobre sentimento, com um lindo sorriso no rosto de um jeito que estava a vontade em me oferecer o perdão, ofereceu de bom grado seu colo para que eu pudesse chorar desesperado, desaguando minhas tristeza em teu oceano de misericórdia… ela foi dissolvida com a mesma facilidade que Tu me destes o sorriso de um abraço de Pai.

Pai, não há nada neste mundo que irá me fazer mais feliz que Teu toque… que Teu amor…

Sonhos? Dinheiro? Esposa? Bom emprego? Casa? Carro? Isso fica em segundo plano quando o assunto é minha vida. Quero sim, tudo isso, mas pra fazer Sua obra se engrandecer e tornar palpável a quem não acredita no teu poder! Jamais para soberbo ou para gozar deste mundo material, que não tem fim!

Mas olhai pelos meus inimigos e pelos os que lêem este texto com desdém, afinal, eu já tenho TUDO na vida… e eles tambem tem, só não enxergaram tal dimensão de riquezas!

E, por favor, me ensina a ser Tua ferramenta, me ensina a ser um espelho pra refletir Tua luz sobre os homens! O Ensinamento Sagrado está aí… mas nem todos querem aprender… então, SENHOR, me ensina a ensinar. Eu posso, e posso dizer de boca cheia: Muito obrigado, Muito Obrigado, Muito Obrigado!

 

O meu Deus nunca falhará…

o meu Deus é o Deus do Impossível!

 

A promessa da Sua vinda! (via ANA PAULA VALADÃO – BLOG OFICIAL)

Li este post no Blog da Pastora Ana Paula e achei de suma importância… leia você também.

Olá queridos, Deixo com vocês um lindo texto que recebi, e que ministrou ao meu coração. É maravilhoso pensar que Ele pode voltar ainda neste ano de 2010! Ou em 2011! Mas, como Ele mesmo respondeu aos discípulos que o perguntaram sobre isso, não nos compete conhecer tempos ou épocas… mas recebemos poder ao descer sobre nós o Espírito Santo. E somos Suas testemunhas… até os confins da Terra! Vivamos sonhando e trabalhando como se Jesus fosse v … Read More

via ANA PAULA VALADÃO – BLOG OFICIAL

Nuvem de etiquetas