"Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16.33)

Amigo

Aconteceu um fato nessa semana que passou, e me fez refletir bastante. Tive um desentendimento com uma pessoa que considero muito, é uma moça muito carinhosa e por um descuido dela e uma falta de comunicação minha quase que nossa amizade vai pro beleléu.

Em momento das nossas conversas diárias ela fez uma brincadeira comigo e eu apelei. Não devia. Mas apelei.

E isso me fez muito mal.

Eu gosto demais dessa pessoa, de verdade, e não queria mesmo uma situação delicada entre a gente. Eu precisava reverter tudo isso. E foi aí que Deus trabalhou direitinho.

Tudo aconteceu numa manhã, e antes da briga estávamos combinando almoçar juntos. Brigamos e obviamente o almoço estava descartado. Com isso, almocei sozinho. Pensativo. Sem muito apetite. E voltei para o trabalho, ainda triste com a situação. Ao invés de sentar na frente do computador e voltar as atividades, não, eu fui para o banheiro… meio que fugindo da realidade… e chorei, isso meus caros leitores, um homem velho barbudo chorando que nem criança. Sem vergonha de dizer isso, afinal, brigar com ela tinha machucado demais.

Tomei o rumo alguns minutos depois, e tentei conversar na tarde com ela. Obviamente, não era o melhor pra se fazer. E o trem desandou mais ainda. A briga só aumentou. A cabeça ainda estava quente.

No dia seguinte, logo pela manhã, eu já tinha entregado nas mãos de Deus, e foi num lampejo de sabedoria que tudo se ajeitou.

Perdão.

Essa é a palavra-chave de toda boa convivência. Não apenas pedir perdão, mas também conceder o perdão. E numa conversa mais branda, ainda cheio de explicações e porquês, eu assumi que fiz muito mal ao apelar por uma brincadeira e pedi profundamente o perdão a ela, com o coração sangrando na mão.

Deus trabalhou direitinho.

E tocou nela os bons sentimentos de uma amizade, ela me perdoou, e hoje, mesmo poucos dias depois do ocorrido, estamos até mais próximos um do outro.

A lição que eu tiro disso, é que momentos ruins vão acontecer inclusive com quem você ama e com quem você só deseja o bem, mas precisamos ter Deus nas nossas ações e acreditar no perdão, como uma forma de aprendizado e de boa política. A dor machuca e te faz chorar, mas o remédio é Deus.

Se você tem alguma situação delicada com algum amigo, por favor, vá até ele e converse, peça perdão pelos mal entendidos… tudo fica melhor.

Amigo é coisa pra se guardar no lado esquerdo do peito, dentro do coração, assim falava a canção…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: